sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Conversas...


Conversando com uma amiga esses dias...depois de tentativas engraçadas e bem sucedidas pilotando um ‘velotrol’(biz), nos deparamos com uma cena ‘fim de relacionamento’, bem triste e desagradável...Bia (amiga) então, com intenção de ajudar... conversou com a moça que estava sentada na calçada, no intuito de acalmá-la mas não deu muito certo, pois a mesma não parava de chorar. Ofereci então água e sentamos em um barzinho... ela aos poucos, já parando de soluçar... nos contou que o relacionamento com o namorado ia tão mal que decidiu terminar... só que a idéia não foi muito bem aceita pelo tal namorado. Perguntamos então o que sentiam um pelo outro, a resposta foi um pouco vaga, mas entendemos... pela resposta, que não vou citar... chegamos a conclusão de que não era AMOR e sim paixão, desejo, coisas da ‘carne’ sabe... então Bia e eu deixamos a moça, que já estava com celular em mãos com o cara na linha, pedindo desculpas... nossa conclusão estava certa! Isso está longe de terminar...

Voltamos ao ‘velotrol’, e em direção ao meu bairro, minha amiga falava ‘aos gritos’ sobre o que é o amor... o que sentimos? Porque acontece? E também, porque sofremos por isso? Não soube responder a nenhuma dessas perguntas, penso também que elas não tem respostas. Chegamos ao consenso de que amar não é uma coisa que se tenha explicação... e que somente se sente... ok ok, eu sei que todos já sabem disso (risos) mas era uma maneira de terminar este assunto completamente sem sentido chamado AMOR!

3 comentários:

rochaandre disse...

me disseramuma vez que fazer perguntas é sinal de inteligência, esperar respostas nem tanto, rs...concorda?!rs...

Leko Galimberti disse...

concordo! ...é muito mais fácil fazê-las do que saber responde-las!'rs =D

Dry*** disse...

Eiii... já gostei daqui :)

Postar um comentário