quarta-feira, 23 de março de 2011

Sobre o amor III

Ah, o amor... É, eu não desisti, ainda, de tentar entender o que é, de fato, o amor. E, nessa busca, tenho encontrado diversos textos, vídeos, músicas, além de estar vivenciando algumas situações que me ajudam a refletir sobre o tema. Como já vinha fazendo, hoje trago mais um texto para contribuir com a problematização dessa temática. Trata-se de um poema escrito pelo meu amigo Henrique Donadei, uma pessoa que tem enorme importância na minha vida, sobretudo porque ele me ajuda a entender, mesmo que às vezes pela dor, o que é esse tal amor.
Sem mais delongas, vamos ao poema, que também pode ser lido, junto de tantos outros textos, no blog pessoal do Rick (http://devaneiosdorick.blogspot.com/).


Os quatro elementos
no inicio era fogo
queimando em nossas veias
foi a afinidade, combustivel
que teceu a fantasmagórica teia
com essa energia intangivel
e eu só queria estar contigo

mas depois foi como a terra
que é sólida, estável
que por tudo dá vida
que é paciente e amável
sobrepuja toda ferida
e não importa quando se erra

então a água, virou tormenta
algo fora de controle
já não tinha aquele calor
e por mais que colabore
perdeu muito do sabor
será que essa agente aguenta?

e quando o vento veio certo
só restavam aquelass cinzas
do que um dia foi tão belo
a ferida não cicatriza
e restou do nosso elo
apenas aquele porta-retrato



ps: Hoje, em vez do bipolometro, gostaria de deixar registrados os meus votos de felicitações a dois grandes amigos, companheiros, parceiros, amigos-irmãos que fizeram aniversário nesta semana: Alex Galimberti (Leko, 20/03) e Katrini Alves (Kat, 23/03). Parabéns! Sorte e força, sempre! Amo vcs! :D

3 comentários:

Leko Galimberti disse...

demais esse poema, parabéns Henrique!
obrigado mano, te amo tb =D

PROGRAMA EM QUALQUER LUGAR disse...

Olá seo blog está Lindo Demais.
o poema então incrivel!
se você dps poder passar no nosso e conferir a entrevista feita com a Locutora vivyane tenório que está incrivel. Esperamos você la beijos e sucesso com o blog :)

LUZ disse...

Olá,
O Amor é uma entidade muito dificil de decifrar.
Hoje ganha-se, amanhã perde-se.
Temos de aprender a sermos felizes.
Parabéns pelo seu blog.
Abraços com luz.

Postar um comentário